Água régia

Henrique
By Henrique novembro 15, 2013 16:16

A água régia (do latim “aqua regia” que significa “água real” ) é uma mistura de ácido nítrico e ácido clorídrico concentrados, geralmente na proporção de 1 para 3. É um líquido altamente corrosivo de coloração amarela. É uma das poucas substâncias que pode dissolver o ouro e a platina. E tem este nome de “água régia” devido a propriedade de dissolver os metais nobres (“regios”), embora o tantálio, irídio e outros metais extremamente inertes possam suportar o seu ataque. A invenção da água régia é atribuída ao alquimista árabe Geber e era muito empregada por outros alquimistas e, ainda hoje, é utilizada em diversos procedimentos analíticos.

Mesmo que a água régia ataque o ouro, nenhum dos seus ácidos constituintes pode atacá-lo isoladamente. Cada ácido executa uma tarefa diferente. O ácido nítrico é um potente oxidante, que pode dissolver uma quantidade minúscula (praticamente indetectável) de ouro, formando íons de ouro. O ácido clorídrico, por sua vez, proporciona íons cloreto, que reagem com os íons de ouro, retirando o ouro da dissolução. Isto permite que o ouro adicional continue se oxidando.

A mistura perde a sua força rapidamente, por isso deve ser utilizada imediatamente após o preparo.

Reação com metais nobres

Metais considerados nobres, como o ouro e a platina, são pouquíssimo reativos, geralmente inertes em presença da maioria dos compostos e elementos químicos. Ocorre, entretanto, de uma pequeníssima quantidade do metal nobre (ouro, por exemplo) reagir com o ácido nítrico, oxidando o metal. Se a reação acontece apenas com o ácido nítrico, depois dessa pequeníssima quantidade de metal dissolvida, logo se estabelece o equilíbrio e a reação cessa.

    \begin{equation*} \ce{Au_{(s)} + NO3^{-}_{(aq)} + 6H^{+}_{(aq)} -> Au^{3+}_{(aq)} + NO2_{(g)} + H2O_{(l)}} \end{equation*}

O papel do ácido clorídrico é sequestrar da solução esses íons \ce{Au^{3+}} impedindo que se estabeleça o equilíbrio e criando a possibilidade de mais íons de ouro serem formados (às custas do metal sólido, é claro):

    \begin{equation*} \ce{Au^{3+}_{(aq)} + 4Cl^{-}_{(aq)} -> AuCl4^{-}_{(aq)}} \end{equation*}

Ou seja: resumidamente, o ácido nítrico concentrado dissolve pequenas porções do metal nobre e essas pequenas porções são capturadas pelo ácido clorídrico, abrindo espaço para que mais pequenas porções possam se dissolver até que o metal inteiro se consuma.

Decomposição da água régia

Pela mistrura de ácido clorídrico e ácido nítrico concentrados, ocorrem reações químicas. As reações resultam em produtos voláteis como o cloreto de nitrosilo (\ch{NOCl}) e o cloro, como pode ser evidenciado pela natureza fumegante e coloração amarela da água régia resultante. Uma vez que os produtos voláteis escapam da solução a água régia começa a perder potência:

    \begin{equation*} \ce{HNO3_{(aq)} + 3HCl_{(aq)} -> NOCl_{(g)} + 2Cl_{(g)} + 2H2O} \end{equation*}

O cloreto de nitrosilo pode, ainda, se decompor em óxido nítrico e cloro. Como essa dissossiação é controlada pelo equilíbrio da reação, os vapores fumegantes da água régia contém óxido nítrico:

    \begin{equation*} \ce{2NOCl_{(g)} -> 2NO_{(g)} + Cl2_{(g)}} \end{equation*}

E, uma vez que o óxido nítrico reage prontamente com o \ch{O2} atmosférico, os gases também apresentam o dióxido de nitrogênio, \ch{NO2}:

    \begin{equation*} \ce{2NO_{(g)} + O2_{(g)} -> 2NO2_{(g)}} \end{equation*}

Adendo

Fico feliz que este artigo alcançou uma boa popularidade, então, decidi adicionar mais algumas informações relevantes sobre preparo e cuidados com a água régia:

Preparação

1 parte por volume de HNO3 concentrado + 3 partes por volume de HCl concentrado.

Ex.: 100 mL de HNO3 (1 M) + 300 mL de HCl (1 M)

Manuseio

  • Não prepare uma quantidade de água régia maior do que o necessário
  • Não manuseie grandes volumes de solução: trabalhe com o mínimo necessário para a sua tarefa
  • Não deposite a solução de água régia em recipientes fechados: a formação de gases pode gerar explosões.
  • Sempre trabalhe com água régia em capela
  • Uma vez que o trabalho com água régia terminar, lave a área onde o trabalho foi executado com água e sabão

Equipamento de proteção

  • Óculos de proteção, jaleco e luvas de neoprene.

Transporte e armazenamento

  • Nunca armazene água régia para uso posterior
  • Nunca deixe a água régia próxima a compostos orgânicos, pos trata-se de um agente oxidante forte
  • Nunca deixe um recipiente de água régia próxima a inflamáveis ou combustíveis

Em caso de acidente/contato/exposição

  • Contato com a pele: lave a área com quantidade abundante de água por 15 minutos e busque assistência médica;
  • Contato com os olhos: lave a área com quantidade abundante de água por 15 minutos e busque assistência médica. Pode causar dano irreversível aos olhos
  • Em caso de inalação: auxilie as pessoas conscientes para uma área ventilada, com ar fresco e não contaminado. Busque assistência médica no caso de irritação respiratória, tosse ou outro sintoma. Sintomas podem aparecer tardiamente.

Descarte

  • A água régia restante não deve ser despejada em pias e ralos
  • O descarte deve ser feito primeiro com uma diluição da solução e, depois, neutralização com Mg(OH)2

Este vídeo tem legendas em português.

Henrique
By Henrique novembro 15, 2013 16:16
Write a comment

75 Comments

  1. Ester Lacerda abril 12, 13:39

    Mas qual o modo de preparo da água régia?

    Reply to this comment
    • Henrique Junior abril 13, 12:30

      Oi, Ester, no começo do texto está o modo de preparo: “uma mistura de ácido nítrico e ácido clorídrico concentrados, geralmente na proporção de 1 para 3”. Isso quer dizer que basta misturar ácido nítrico 1 molar com ácido clorídrico 3 molar (por isso a proporção 1:3), ou seja, basta misturar HNO3 e HCl 3 vezes mais forte.

      Reply to this comment
  2. Abraão barbosa novembro 5, 20:41

    E como retirar o ouro da agua regia?

    Reply to this comment
  3. fagner castro novembro 26, 22:14

    Como fazer a agua regia

    Reply to this comment
  4. sabrina janeiro 14, 19:05

    como eu limpo a agua regia, mesmo pq o video não carrega, eu colokei ureia no acido e depois eu coloco o bissulfito?

    Reply to this comment
    • Henrique Junior janeiro 15, 12:36

      Quando a sua água régia tiver dissolvido o ouro, você pode adicionar, sob agitação constante, o bissulfito de sódio, que precipitará o outo. O precispitado deve, depois, ser lavado com água, HCl e, por fim, amônia.
      O vídeo carregou para mim.

      Reply to this comment
      • alex fevereiro 11, 00:58

        o que é exatamente precispitado? e pq ele deve ser lavado com água, HCl e, por fim, amônia?
        att alex amorim.

        Reply to this comment
  5. sabrina janeiro 14, 19:08

    eu tb não estou conseguindo fazer a mistura, eu tenho q misturar os dois e depois colocar o metal, ou posso por um de pois o outro?

    Reply to this comment
    • Henrique Junior janeiro 15, 12:31

      Olá, Sabrina. A preparação da água régia é bastabte simples, realmente, basta seguir a relação de 3:1 no volume dos ácidos. Por exemplo: 300 mL de HCl 3 M + 100 mL de HNO3 3 M.
      Os dois ácidos devem ser misturados antes de se adicionar o ouro.

      Reply to this comment
  6. Paulo Rodrigues abril 9, 15:00

    Caro Henrique,
    Parabéns por sua iniciativa e pelo trabalho, altamente didático e esclarecedor. Infelizmente muitos não se dão sequer ao trabalho de ler seu ótimo artigo e repetem a pergunta: Como fabricar a água-régia ? Eu responderia: Leia o artigo que v. descobre ! rsrs

    Vou abusar de sua boa vontade:

    1 – Lembro-me de haver lido há muito tempo sobre uma mistura em partes iguais dos acidos Cloridrico, Nitrico e Sulfúrico.
    Você saberia esclarecer do que se trata, e qual sua utilização prática ?

    2 – Como fazer para testar uma aliança, para poder afirmar com certeza qual a quantidade de ouro, e se é ouro 18k, 14k, 12k, etc.? Há algum teste NÃO destrutivo, que não danifique a peça ?

    Agradeço antecipadamente sua atenção !
    Paulo Rodrigues

    Reply to this comment
    • Henrique Junior abril 9, 16:01

      Olá, Paulo, respondendo às suas perguntas:

      1 – Já usei uma mistura desses ágidos antes, mas não nessas proporções. Sempre que você ver HNO3 ou H2SO4 você pode ter certeza de que a inteção é aproveitar o poder oxidante desses ácidos. É como no caso da água régia, onde um ácido tem um papel e outro tem outro papel. Vale lembrar que uma mistura de ácidos nem sempe dá um ácido mais forte no final. Na verdade, misturar ácidos pode fazê-los mais fracos porque podem reagir entre si.

      2 – Você conhece a história de Arquimedes e a coroa de ouro? É um método não destrutivo de descobrir a quantidade exata de ouro puro (e, consequentemente quantos quilates). Apenas precisa ter condições de medir um volume com precisão (se usar uma balança bem sensível você consegue, e uma água bem pura). http://www.if.ufrgs.br/cref/?area=questions&id=100

      Todos os testes para determinar a pureza do ouro que eu vi (os caseiros) envolvem alguma perda de material justamente porque usam um ácido para testar a “nobreza” do ouro.

      Reply to this comment
    • Narciso Joaquim junho 13, 13:20

      Oi! Muito boa a explicação! Mas preciso saber onde conseguir estes produtos, estou trabalhando com reciclagem e tem aparecido muitos componentes de elétrica e eletrônica, trabalhei com informática e estudei um pouquinho de eletrônica, agora tenho gostado de química, rsrsrs Ficarei muito grato e até podemos fazer negócios em parceria, se puder me responder onde e como eu posso conseguir esses ácidos. Desde já aradeço as respostas

      Reply to this comment
  7. Narciso Joaquim junho 13, 13:23

    Oi! Muito boa a explicação! Mas preciso saber onde conseguir estes produtos, estou trabalhando com reciclagem e tem aparecido muitos componentes de elétrica e eletrônica, trabalhei com informática e estudei um pouquinho de eletrônica, agora tenho gostado de química, rsrsrs Ficarei muito grato e até podemos fazer negócios em parceria, se puder me responder onde e como eu posso conseguir esses ácidos. Desde já agradeço as respostas!

    Reply to this comment
    • Henrique Junior junho 13, 13:42

      Narciso, normalmente eu apenas lido com fornecedores de produtos para pesquisa, então as compras são feitas da Sigma-Aldrich (http://www.sigmaaldrich.com/). Eles são profissionais e permitem até comprar os produtos com purezas diferentes (mais pureza é mais caro, obviamente).

      Reply to this comment
  8. ilson agosto 15, 18:20

    amigo em que concentração tende ser o ácido nítrico e o clorídrico p/ fazer água régia?

    Reply to this comment
    • Henrique Junior agosto 26, 15:23

      Ilson, a concentração não é o fator determinante que vai fazer você ter sua água régia. Tenha em mente que se você misturar 100 mL de NHO3 0,001 M + 300 mL de HCl 0,001 M você vai ter água régia (uma água régia bem fraca). Se você quer preparar uma solução mais forte aumente a concentração: 100 mL de NHO3 1 M + 300 mL de HCl 1 M etc.

      Reply to this comment
  9. Romulo Garrido setembro 24, 10:26

    Henrique,
    Fiz o processo em uns processadores cerâmicos. Ficaram na água régia de um dia para o outro. Filtrei e retirei resíduos que poderiam contaminar a substância. Coloquei o Metabissulfito e quando fui coar novamente pra retirar o ouro nao encontrei a borra marrom característica da presença de ouro. O que faço neste caso? Adciono novamente metabissulfito e deixo maus um dia em repouso?
    Qual seria a quantidade de e metabissulfito já que nesta água tem aproximadamente 30g de ouro?

    Reply to this comment
    • Henrique Junior setembro 24, 13:03

      Oi, Rômulo,

      É difícil dozer o que pode ter acontecido. Quem sabe o processo de complexação não ocorreu devido a impurezas ou simplesmente por uma concentração insuficiente de algum reagente? Se você me passasse as concentrações exatas dos reagentes que usou eu poderia ajudar mais.

      Aqui vai um vídeo com o processo de extração de ouro de processadores que, talvez, ajude: https://www.youtube.com/watch?v=RCoIBeaDWG4

      Reply to this comment
      • Romulo Garrido setembro 24, 21:58

        Separei 1 litro da química e consegui aplicando novamente metabissulfito um pouco de ouro.
        Não sei se atrapalha no processo, mas os produtos que usei, ácido clorídrico e ácido nítrico, são os mais concentrados.

        Reply to this comment
        • Henrique Junior setembro 24, 22:04

          Na verdade, quanto mais concentrado melhor (desde que siga a proporção).
          Você fragmentou bem os processadores antes de fazer a reação? Lembre-se de que picotar bem os processadores vai aumentarr a superfície de contato e acelerar a sua reação. Quanto mais picotados, melhor.

          Reply to this comment
    • Henrique Junior setembro 24, 13:05

      Mais uma coisa: 30 g de ouro é bastante. Mesmo que o processoo não tenha dado certo nessa primeira tentativa, NÃO descarte nada. Tudo pode ser recuperado.

      Reply to this comment
  10. Fernando Souza dezembro 5, 07:00

    Olá,
    Poderia tirar duas dúvidas?
    Existe uma ordem para adicionar os reagentes para o precipitado? Tipo a Uréia e depois o metabissulfito.
    E a segunda seria qual outro reagente além do metabissulfito poderia se usar?
    O Sulfito de Sódio (Na2SO3), poderia ser substituído?

    Reply to this comment
    • Henrique Junior dezembro 5, 09:36

      Fernando, como é que vai?
      A ordem de adição dos reagentes é quase sempre muito importante e deve ser respeitada. Respondendo à sua segunda pergunta: vi relatos do Sulfito de sódio reagindo para precipitar o ouro, então deve funcionar sim, mas o metabissulfito tem quase o dobro de oxigênios (são 5!) e reage de forma mais eficiente.

      Reply to this comment
  11. Elizangela janeiro 10, 17:02

    olá, Henrique Junior nesse tema não há nenhuma pergunta ou explicação para algo que tenho procurado muito, por isso se for possivel você me responder, eu ficarei muito agradecida, eu quero saber qual é a diferença entre essa água regia e a solução que é utilizada para folhear ou banhar joias ou bijuteria com solução de ouro, no caso vejo muitos videos mostrando como folhear ou banhar mais na verdade não é bem explicado que solução que se usa utilizando a galvanoplastia. não sei se as soluções nada tem a ver uma com a outra. caso se você souber como é feito a solução de banho de ouro e poder me falar esse é meu E-mail titlio@yahoo.com.br

    Reply to this comment
    • Henrique Junior janeiro 11, 13:39

      Oi, Tudo bem @disqus_lqvNGlUQ2L:disqus

      De fato, a água régia é bem diferente da solução usada na galvanoplastia. Todo processo galvânico envolve o uso de uma corrente elétrica e se baseia no princípio de que “cargas opostas se atraem” para fazer o ouro se aderir nas superfícies das joias. Isso significa que esse processo não é apenas baseado num tipo de “banho” mas ttambém no uso de eletrodos.
      Na figura abaixo está uma representação do processo.

      Reply to this comment
  12. Marcio Rocha abril 17, 15:11

    Opa Henrique tudo bem !!? Estou acompanhando suas matérias sobre água régia e estou tentando fazer o prossesso com a precipitação . Mas quando coloco o Metabossufito de sódio aparece o pó castanho mas logo em seguida ele vai desaparecendo, vai se desfazendo com um “Sonrisal” na água. Estou utilizando: HCI concentrado e HNO 03 comercial. Ureia par neutralizar e o Metabossufito de sódio par precipitar. Desde já agradeço

    Reply to this comment
    • Henrique Junior abril 17, 16:08

      Oi, Márcio, tudo bem? Desculpe a demora para responder, mas eu estava viajando e com o fim do mestrado está sendo uma loucura (tenho um artigo sobre extração de ouro de chips e peças de computador pronto pra sair em breve, fique de olho).
      Bem, vamos ver os possíveis problemas e, primeiro entender se você compreende bem o que está ocorrendo:
      * Quando você usa água régia para retirar o ouro, na verdade está realizando uma reação de complexação: o ouro é sequestrado por um ligante (o cloreto).
      * Reações de complexação são uma competição: o metabissulfito serve para livrar o ouro do cloreto.
      Com isso esclarecido, vamos às perguntas:
      * quanto tempo de reação você deixa? Deve ser preciso um banho de várias horas para obter bom rendimento.
      * Você está neutralizando a solução. Testou o pH final? Recomendo comprar um indicador, como papel tornassol (muito baratinho) e fazer o teste.
      Sua solução final deve ter várias impurezas, filtre-a até obter um líquido verde escuro homogêneo. Você deve deixar a reação com água régia até perceber que não há mais reação: nenhum borbulhamento, nem fumegação. Depois neutraliza com ureia. Adicione a ureia devagar, bem devagar, e vá adicionando devagar até perceber que não há mais um efeito de efervescência. Teste o pH no fim. Um pH neutro deve ser muito perto de 7.0.
      Se você tem certeza de que neutralizou a solução, adicione o metabissulfito: cerca de uma colher e meia para cada 28 g de metal que você reagiu no começo. Deve se formar uma lama escura no fundo da solução (isso é o seu ouro).

      Reply to this comment
      • Marcio Rocha abril 18, 02:24

        Pow Henrique… Valeu mesmo por sua e explicação … Vou proceder dessa forma e posto aqui os resultados. Não sei em que posso ser útil, mas também trabalho com material gráfico e edições, caso precise de alguma ajuda aí com ostrabalhos pode contar com a gente ok !!!? Valeu …

        Reply to this comment
  13. Rodrigo Nery abril 21, 16:42

    Boa tarde Henrique, tudo bom? gostaria de saber se você tem um tutorial da agua regia com a platina? Agradeço a atenção.

    Reply to this comment
  14. Marcio Rocha abril 23, 03:05

    Oi Henrique como vai, tudo bem !!? Estou seguindo a orientação com a água regia e acompanhando o ph da solução, eu comprei o papel tornassol, e desde que eu neutralizei a solução com a ureia eu venho medindo, o que tenho observado é q ñ passa de valores entre 4 & 5 de acordo com a tabela de ph. Minha pergunta é: Já é um bom resultado ou ainda tem alguma maneira de deixá-la mais próximo de 7 em ph !!? Desde já agradeço …

    Reply to this comment
    • Henrique Junior abril 23, 03:32

      Márcio, difícil afirmar com certeza o que está ocorrendo sem acompanhar o procedmento, mas já me aconteceu várias vezes de precisar neutralizar uma solução e o pH ficar “agarrado” numa faixa e as causas podem ser diversas: desde reagentes velhos ou contaminados até a ocorrência de um fenômeno de tamponamento.
      Para a ureia, uma base fraca, o pH fica em torno de 4.7 a 5.5 mesmo e não vai passar disso.

      Reply to this comment
  15. TiAgO Baptista junho 17, 15:52

    Boas Henrique! Vi agora este blog e gostei mesmo muito do que vi… Mas fiquei com duvidas. Tenho fios amarração, (em cobre) utilizados para banhar a ouro, que também levaram verniz. E então tenho 2 perguntas, os processos utilizados neste blog irão diluir o verniz? A galvanoplastia deposita ouro suficiente para perder tempo com os fios de amarração? A meu ver deve ser onde tem mais concentração, devido ao tempo que tem de estar a banho…

    Reply to this comment
    • Henrique Author junho 17, 18:15

      Olá, Tiago, não creio que a água régia vá diluir o verniz, ele é uma mistura de compostos orgânicos como óleos e resinas, mas, com, certeza, pode ser estragado, da mesma forma que se estragaria uma mesa de madeira envernizada acaso se derrubasse vinagre ou suco de limão sobre ela. O ácido pode alterar a composição química do verniz, deixando-o quebradiço, sem cor…
      Eu não saberia dizer quanto de ouro é possível depositar com a galvanoplastia, mas sei que é um processo muito eficiente e que gera um resultado muito satisfatório. De fato, galvanoplastia seria a minha escolha caso eu trabalhasse banhando objetos em ouro.

      Reply to this comment
      • TiAgO Baptista julho 5, 14:42

        Obrigado pela a atenção… 🙂 percebi que não e ma escolha tentar reciclar o ouro de banhos! Visto que e preciso uma boa quantidade de equipamento eletrônicos para tirar um pouco… Cada vez mais, tem menos ouro neles! Acido nítrico parece a maneira mais fácil de o recuperar, não ataca o ouro e diluí o cobre!

        Reply to this comment
        • Henrique Author julho 7, 16:22

          Recuperar ouro é uma tarefa complicada. Pra recuperar poucos gramas precisa de quilos de material. Acho que se a pessoa tem acesso a muito material de partida até vale a pena.

          Reply to this comment
  16. BrunonurB junho 26, 15:30

    Boa tarde, tudo bem?
    Se eu utilizar 300 ml de Ácido Clorídrico e 100 ml de nítrico, quanto de ureia devo usar?

    Possuí Facebook, para conversarmos melhor?

    Reply to this comment
  17. Marcelo Coelho Mezari julho 7, 10:39

    Olá amigo, tudo blz? Seguinte sou cuteleiro (Hobby) e observo que cuteleiros americanos utilizam o acido Nítrico para gravar logotipos no aço das facas. Adquiri 01 litro de HNO3 e tentei fazer a gravação, mas não surtiu muito efeito. observei uma leve fumacinha saindo do aço, mas quase sem efeito prático. Será que tem que acrescentar algo; e em que proporção seria.

    Reply to this comment
    • Henrique Author julho 7, 16:20

      Oi, Marcelo, eu não sei exatamente qual é o tipo de aço que você está usando, mas, provavelmente, está vendo os efeitos do que chamamos de “camada passivadora” (ou apassivadora). O aço gera uma fina película toda vez que sofre oxidação e isso para o processo de corrosão. Você precisa tirar essa camada e tem vários jeitos de fazer isso, por exemplo, simplesmente esfregando com algo abrasivo. TTem que ser rápido, porque a camada volta a se formar logo. Aqui tem uma dica: http://www.wikihow.com/Acid-Etch-Steel

      Reply to this comment
  18. Luis Fernando julho 23, 20:06

    Henrique.

    bem legal os seus esclarecimentos.

    teria um e-mail para contato.

    abs

    Reply to this comment
  19. CarlosCF agosto 7, 09:32

    Bom Dia, Excelente texto!
    Será que poderia me tirar uma duvida?
    Se eu tenho uma solução de Agua Régia com Ouro, Prata, Cobre, Paladio e Platina dissolvidos. Você disse que se eu adicionar Cloreto de Amonia, a Platina é precipitada, com o Bissulfato de sódio, o ouro é precipitado. Gostaria de saber:
    1) O que devo adicionar para precipitar a Prata, o Paladio e o Cobre.
    2) Acredito que a ordem que eu deva remover cada metal da solução seria do mais denso para o menos denso, correto?
    3) Depois que eu adicionar, por exemplo, o Cloreto de Amônia e retirar a Platina, posso adicionar bissulfato de sódio e remover o ouro? (não sei se consegui me fazer entender nessa pergunta, a ideia seria: Depois de tirar um metal, perco o restante da solução?

    Desde já muito obrigado pela ajuda!

    Reply to this comment
    • Henrique Author agosto 7, 10:37

      Olá, Carlos,
      Respondendo na ordem:
      1 – Os reagentes adicionados para fazer a sua precipitação fracionada (esse é o nome dado à separação de diversas coisas em etapas nesse processo) depende muito do tamanho da sua operação. É só um pouco ou é uma extração grande? A “escala” da sua reaçção vai ser importante para determinar isso porque neste caso você está tentanto maximizar o lucro e reduzir as perdas. Uma operação pequena pode se dar ao luxo de usar reagentes mais caros ((porque, geralmente, a intenção é somente experimental), mas em larga escala cada centavo conta e um pequeno erro pode custar milhares de reais em perdas.
      2 – A densidade não é importante aqui, mas sim a habilidade de deixar a solução “engatilhada” para o próximo processo, ou seja, digamos que você começça precipitando o ouro ao adicionar o metabissulfito; é bom que na próxima etapa o metabissulfito também faça parte. É como montar um quebra-cabeças.
      3 – A idéia é que você não perca nada. É claro que não se pode aproveitar 100% nunca, mas tenta-se sempre chegar perto de 100% de aproveitamento.

      Reply to this comment
  20. Junior outubro 3, 17:50

    Olá, Henrique boa tarde! Henrique, estou começando no ramo de GALVANOPLASTIA mais infelizmente disponho de pouco dinheiro para a aquisição da solução de ouro para os banho de semi jóias… Assim o processo de como banhar eu já aprendi pois tenho uma pequena máquina. eu queria mesmo é saber se tem como fazer a solução de ouro através do processo químico com a água régia, visto que ela consegue dissolver o ouro. Agradeço e meus cincero parabéns pelo ótimo trabalho!
    Email: para resposta se optar juniormoraes776@gmail.com

    Reply to this comment
    • Henrique Author outubro 14, 20:33

      Olá, Junior, me desculpe pelo atraso na resposta.
      Bem, a água régia, muito provavelmente, não vai servir para a sua galvanoplastia: ela é boa em dissolver o ouro, mas, certamente, não funciona como você esperaria na galvanoplastia porque o ouro está complexado na solução. A água régia pode, sim, ser um cmponente inicial para você preparar seu banho galvânico, mas ela não será o que você deve usar no banho em si (afinal, se ela dissolve o ouro pode dissover as suas jóias também, certo?).

      Reply to this comment
  21. ANDREGO536 janeiro 9, 00:43

    ola sou ourives e todo ano eu pago para auguem tirar o ouro do lixo que junto durante todo ano que eu trabalho , esse ano resolvi fazer eu mesmo acontece que eu acho que não saiu tudo de de uma vez ! vou tentar explicar o processo que eu fiz , primeiro eu queimei todo lixo depois separei tudo tirei o ferro e coloque na água regia , e deixei a noite toda e bisulfitei o ouro precipitou bem fininho e numa quantidade abaixo do esperado.
    como sou leigo pedi uma ajuda para preparar a agua regia e me falaram para fazer com 1 de nitrico e 2 de muriatico e estou vendo que o certo seria 1 de nitrico e 3 de muriatico

    Reply to this comment
  22. Luiz Gabriel Valadares fabiano fevereiro 10, 23:08

    Boa noite Henrique.
    Qual a melhor porcentagem dos ácidos para a melhor água régia?

    Reply to this comment
    • Henrique Author fevereiro 11, 00:05

      Boa noite, Luiz, não sei se entendi bem sua pergunta, mas, quanto mais concentrados os ácidos, melhor.

      Reply to this comment
      • Luiz Gabriel fevereiro 11, 00:13

        Obrigado pela resposta, você entendeu.
        Mas me tire mais alguma dúvida por favor?
        Como faço para recuperar metais preciosos da água que sobra depois que precipitei o ouro? Porque fiquei sabendo que nela contém paládio e platina ou mais.
        Obrigado.

        Reply to this comment
        • Henrique Author fevereiro 11, 09:11

          Olá, Luiz, os metais que sobram podem ser um pouco chatos de recuperar depois da precipitação do ouro. Por que? Bem, a quantidade de platina que sobra é minúscula, bem menos que a quantidade de ouro e o paládio é extremamente tóxico (e também em quantidades minúsculas). A maioria das pessoas ignora esses elementos-traço porque, a menos que você tenha uma quantidade enorme de material para processar, o custo não valeria à pena.

          Reply to this comment
          • Luiz Gabriel fevereiro 11, 16:16

            Cara, muito obrigado pela prestação, que Deus abençoe ou o que você acredita te abençoe rs.
            Só mais uma por favor rs, em uma quantidade de 3:1 de água régia até quantas gramas de material que posso jogar para ter a melhor reação? Obrigado.

          • Henrique Author fevereiro 12, 09:50

            A quantidade de ouro que você pode dissolver varia muito porque depende de diversos fatores:
            * Se o seu ácido clorídrico é puro
            * Se seu ácido nítrico é puro
            * Temperatura
            * Se o seu material tem componentes que atrapalham a reação (como o Ferro ou o cobre)…
            Então esta é uma pergunta difícil de responder. Trabalhando com condições excelentes, você deveria conseguir dissolver cerca de 1 Kg de ouro para cada 4 L de água régia (uma estimativa).

          • Luiz Gabriel fevereiro 11, 16:22

            E qual melhor forma para separar o ouro na água régia, cozinhando ou deixar de um dia para o outro?

          • Henrique Author fevereiro 12, 09:53

            A melhor forma é adicionar o bissulfito de sódio, que vai precipitar todo o ouro num instante.
            Leia os comentários anteriores aqui, tem muita informação interessante.

  23. Luiz Gabriel fevereiro 13, 19:09

    Henrique boa noite, eu já tinha lido todos as perguntas e respostas acima, obrigado pela ajuda. Vou te explicar o que eu faço com a minha água régia, é o seguinte:
    Preparei 3:1 com 100 ML de Nítrico 65%, 300 ML de Clorídrico 35%, coloquei 200 gramas de material calcinado que é aquele vermelho e deixei na água régia por 24 horas. Coei a água, no final joguei METABISSULFITO DE SÓDIO e a água ficou avermelhada e depois foi cristalizando aos poucos, depois que cristalizou por completo a água ficou cinza escuro. Depois que fiz esse processo sequei o material processado e o mesmo está faltando 50 gramas. O metabissulfito não precipitou o ouro, como faço para precipitá-lo? Porque na bateia existe prova que alí contém ouro. Obrigado.

    Reply to this comment
    • Henrique Author fevereiro 13, 20:10

      Luiz, se você achar mais eficiente, pode me adicionar no Skype: henriquecsj. Posso adiantar que o processo para tratar minério é bem diferente de tratar material eletrônico, por exmeplo. Isso é porque nos minérios acontece uma competição feroz durante a reação e nessa competição o ouro acaba perdendo. Cobre, Ferro, Níquel e outras coisas gastam os seus reagentes e impedem que o ouro reaja como deveria. Trabalhando com minério, por exemplo, é preciso uma lavagem e depois uma pré-reação com ácido sulfúrico (pq ele vai reagir com as porcarias e deixar os metais preciosos para trás).

      Reply to this comment
      • Luiz Gabriel fevereiro 13, 21:06

        Observando o que você falou tem um método que ouvi falar que deve funcionar e vou testá-lo. Que é de jogar ácido no material para comer o cobre e o ferro para o ouro ficar mais livre, e depois prepará – lo na água régia. O meu material é depois do minério, um material com lama densa. Obs: Não estou conseguindo te adicionar no skype rs.

        Reply to this comment
        • Luiz Gabriel fevereiro 13, 21:21

          luizgabriel.gabriel@hotmail.com
          Luiz Gabriel Luiz
          Acho que meu skype está assim, se puder me procurar e tentar me adicionar, em cima está meu e-mail e meu login acho que está Luiz Gabriel Luiz. Obrigado.

          Reply to this comment
          • Henrique Author fevereiro 14, 09:30

            Já está adicionado.

          • Luiz Gabriel fevereiro 14, 09:45

            Meu login mudou quando entrei com meu e-mail, e não te vejo na página, não entendo esse skype. Você tem watssup? Se tiver manda no e-mail se possível, ou por aqui mesmo.

  24. patrick cardoso donato fevereiro 22, 17:38

    Bom tarde Henrique, sou ourives e faço a minha purificação do lixo. Como faço para tirar a prata que depois do tratamento com água régia ficou cloreto de prata, como faço para tirar a prata que esta na lama do lixo da Oficina, que é cloreto de Prata que esta misturado com o lixo. Obrigado

    Reply to this comment
    • Henrique Author fevereiro 24, 19:17

      Oi, Patrick, tudo bem?
      Felizmente o processo de pegar a prata que precipita como AgCl é bem simples.
      Reaja o AgCl com NaOH 50% e dextrose. Eis o procedimento:
      Lave os cloretos de prata bem com água para remover qualquer cobre residual. Coloque a lama de cloreto de prata húmida num recipiente adequado 1/3 de cloreto de prata com cerca de 2/3 de recipiente vazio. Deixar cerca de 4 cm de água sobre o cloreto de prata. Usar óculos de proteção e luvas de borracha de proteção. Lentamente adicionar o hidróxido de sódio seco, uma colher de cada vez, mexendo bem. A reação é exotérmica à medida que o cloreto de prata é convertido em óxido de prata. Algumas pessoas gostam de adicionar a dextrose juntamente com o hidróxido de sódio, uma vez que tem um efeito de deflocação sobre o cloreto de prata. A dextrose converte o óxido de prata em uma forma metálica. A dextrose pode ser adicionada uma colher de cada vez após o hidróxido de sódio ter reagido com os cloretos de prata. Quando não mais se perceber mais reações com o hidróxido de sódio ou dextrose o processo está completo. A prata resultante deve ser bem lavada, seca e fundida. A pureza da prata será 98% a 99% pura e refinação eletrolítica deve ser feita para a pureza ideal.
      Esteja ciente que este processo deve ser feito usando o equipamento de segurança apropriado porque a solução cáustica quente pode causar queimaduras severas.

      Reply to this comment
View comments

Write a comment

Deixe uma resposta

Comentários recentes

  • Henrique

    Henrique

    Oi, Patrick, tudo bem? Felizmente o processo de pegar a prata que precipita como AgCl é bem simples. Reaja o…

    View Article
  • patrick cardoso donato

    patrick cardoso donato

    Bom tarde Henrique, sou ourives e faço a minha purificação do lixo. Como faço para tirar a prata que depois…

    View Article
  • Luiz Gabriel

    Luiz Gabriel

    Meu login mudou quando entrei com meu e-mail, e não te vejo na página, não entendo esse skype. Você tem…

    View Article